Visualizações de páginas da semana passada

sábado, 28 de janeiro de 2012

Papi diz que em breve estará prestando contas ao povo de Tefé


Com o programa institucional de rádio suspenso (fala prefeito), em função do ano eleitoral e temendo qualquer medida judicial contra a sua candidatura a reeleição, o prefeito de Tefé Jucimar Veloso (papi) usou um blog da capital para informar que em breve estará prestando contas de seu governo à população tefeense. Tal medida pode ser entendida como um início das ações de marketing que seus assessores colocarão em prática nesse momento em que se completa um ano de administração. (fevereiro). Com a popularidade em baixa e a imagem da administração desgastada em função de denúncias até de seus aliados, como por exemplo do Vereador Ribeiro (PT), que disse em programa de rádio que a atual administração de Tefé não é transparente, o gestor que é acusado de ficar ausente do município,  agora tenta uma “jogada” para reverter à situação. Segundo a matéria publicada, papi diz estar trabalhando dia e noite pelo povo de Tefé, porém o  gestor não informou que tipo de mídia será usado para prestar essa informação.
URL Encurtada: http://goo.gl/ZOf5h

http://www.tefenews.com.br/destaque/papi-diz-que-em-breve-estara-prestando-contas-ao-povo-de-tefe.html

Com medo da legislação eleitoral, prefeitura de Tefé tira programa do ar


 
Com medo da legislação eleitoral, prefeitura de Tefé tira programa do ar
→  janeiro 23, 2012
Apesar de já ter realizado dois programas de rádio, nos dias 07 e 14 de Janeiro, ano de eleições municipais, a prefeitura de Tefé resolveu repentinamente suspender o programa “fala prefeito”. Programa apresentado pela assessoria de comunicação da administração e transmitido em rede pelas três emissoras de rádio, o qual premia os ouvintes com inúmeros [...]


http://www.tefenews.com.br/destaque/papi-diz-que-em-breve-estara-prestando-contas-ao-povo-de-tefe.html 

27/01 - TRF cassa liminar que determinou novas provas para V Exame da OAB

O agravo que requereu reformas na decisão foi interposto pelo Conselho Federal, sediado em Brasília
(Foto: Eugenio Novaes)

A desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, deu provimento ao agravo de instrumento interposto pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para reformar a decisão da 1ª Vara Federal de Tocantins, que havia determinado a reaplicação das provas prático-profissionais do V Exame de Ordem para candidatos reprovados nas áreas de Direito Penal e Constitucional.
Na decisão, a desembargadora levou em consideração o fato de o espelho de correção na peça de Direito Penal ter aceitado como respostas corretas os recursos de apelação e embargos de declaração e, na prova de Direito Constitucional, ter admitido as duas fundamentações possíveis (as contidas no artigo 109, XI, e a do artigo 109, IX), não tendo havido prejuízo aos candidatos que apresentaram respostas sob esses fundamentos.

Ainda segundo a julgadora, a determinação de que fossem aplicadas novamente as provas aos reprovados nas disciplinas de Direito Penal e Direito Constitucional não configuram parte do pedido.

Veja aqui a íntegra da decisão do TRF da Primeira Região.

Fonte: Conselho Federal da OAB Site: http://www.oab.org.br/Noticia/23358/trf-cassa-liminar-que-determinou-novas-provas-para-v-exame-da-oab Acessada em 27/01/2012

Seleção para Formador do GESTAR 2012 - Bahia

Chamada pública nº 02/2012: Chamada Pública para candidatos a formadores de

Língua Portuguesa e de Matemática para atuação no Programa Gestão da

Aprendizagem Escolar – GESTAR II.

Secretaria de Educação do Estado da Bahia, pessoa jurídica de direito público, com sede

na 6ª avenida nº 600, Centro Administrativo da Bahia – CAB, inscrita no CNPJ sob nº

13.937.065/0001-00, através do Instituto Anísio Teixeira (IAT), abre inscrições a partir

de 18 de janeiro de 2012 para professores da rede pública estadual para atuarem como

formadores de Língua Portuguesa e Matemática do Programa Gestão da aprendizagem

escolar – GESTAR II, para atuarem nas 32 (trinta e duas) Diretorias Regionais e

Educação do Estado da Bahia (DIREC). O interessado deve ser professor, ocupante de

cargo efetivo do quadro do Magistério Público do Estado da Bahia,com matrícula

em regime de 40 (quarenta) horas semanais, possuir formação em Letras ou

Matemática, ter conhecimentos básicos sobre o PROGRAMA GESTAR (material

disponível em http://portal.mec.gov.br), conhecimentos básicos de informática,

apresentar disponibilidade para realizar viagens periódicas, visitas às escolas, participar

de reuniões, eventos e de demais programações extraordinárias do GESTAR. A

coordenação do programa procederá à análise do currículo, que será feita com foco em

dois fatores, formações acadêmica e profissional, quando serão avaliadas a titulação e a

experiência profissional favorável ao perfil para atuar no Programa, seguindo-se à

chamada do selecionado para ingressar no processo de seleção simplificada. As datas

das outras etapas da seleção serão divulgadas posteriormente. Os candidatos

selecionados, após prévio treinamento, serão os professores formadores do Projeto-ação

Um GESTAR em cada ESCOLA nas áreas de Língua Portuguesa e de Matemática,

baseando-se nos instrumentos didáticos do GESTAR e com foco no Ensino

Fundamental II.

Para participar desta seleção o candidato deverá preencher a ficha de inscrição.

OBS.: Os formulários preenchidos deverão ser enviados assinados (escaneados) para o

email: selecaogestarbahia@gmail.com
Postado por Polo de Apoio Presencial Rio das Contas da Universidade Aberta do Brasil (UAB) às 14:32

Concurso Cultural Cursos Técnicos Senac -RS

De 25/01/2012 a 17/02/2012

Local:Inscrições através do site www.senacrs.com.br
O concurso cultura faz parte da Campanha dos Cursos Técnicos Senac-RS. O mesmo teve início no dia 25/01/2012 e os participantes terão até o dia 17/02/2012, para responder a seguintes pergunta: Por que um curso técnico do Senac mudará a sua vida?
 As dez melhores respostas irão para votação popular no site
www.senacrs.com.br/concursotecnicos
, e as três frases vencedoras ganharão uma bolsa integral de estudos no curso técnico de sua escolha.
 
Quem promove:
Senac-RS
Site:
www.senacrs.com.br
Telefone:
(40) 0260-30

A menina, o banheiro e o marmanjo gay

Julio Severo
Uma menina de dez anos entra no banheiro feminino de uma pizzaria e se assusta. Ela volta para sua mãe e cochicha: “Tem um homem lá dentro do banheiro! Ele tá vestido de mulher!”
A mãe não tem dúvida: numa reação natural que qualquer outra mãe teria, reclama para o dono da pizzaria.
O dono, em atenção à mãe e à segurança dela e sua filha, pediu, quase que implorando, para que o homem vestido de mulher não voltasse mais ao banheiro feminino.
Toda a humilhação e imploração do dono de nada valeram. O caso chegou à Secretaria da Justiça do Estado de São Paulo, que telefonou — não para a mãe e sua filha —, mas para o homossexual, de nome Laerte Coutinho, dizendo que a pizzaria violou a lei estadual 10.948/2001, sobre discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero. A pizzaria será multada e ameaçada por forças governamentais a serviço e seviciadas pelo movimento gay. Laerte está determinado a exigir essa truculência estatal contra a pizzaria, como lição para todas as meninas do Brasil que encontrarem um gay no banheiro das mulheres.
A Secretaria da Justiça não se incomodou em telefonar para a menina de 10 anos, nem para sua mãe, talvez porque o marmanjo gay seja funcionário do notório jornal esquerdista Folha de S. Paulo, que já foi denunciado por defender descaradamente o assassinato de crianças em gestação.
O caso expõe nitidamente a hipocrisia do governo e da imprensa esquerdista. Na polêmica lei da palmada, os dois atacaram os pais e sua autoridade, alegando que os interesses das crianças devem estar acima de tudo. Mas quando um homossexual entra no cenário, o holofote fica só para ele, e a pobre criança é atirada para um cantinho escuro.
Se a menina tivesse ligado para a Secretaria de Justiça denunciando que sua mãe lhe deu umas palmadas, a resposta governamental teria vindo imediatamente para punir a mãe.
Mas se a menina tivesse denunciado, “Tem um homem vestido de mulher no banheiro!”, a resposta governamental nunca viria para punir o sem-vergonha. Viria, isso sim, para ameaçar o dono do estabelecimento, a mãe da criança (por ter ensinado “homofobia” para a menina) e para dar uma bronca na menina por deixar sua mãe lhe ensinar “preconceito, discriminação e ódio”.
O governo e a mídia incitam crianças a denunciar os pais, que são os maiores protetores de seus filhos.
Mas o governo e a mídia nunca incitam crianças a denunciar predadores homossexuais. Tudo indica que, na visão governamental e midiática, pais são muito mais perigosos do que esses predadores.
A Folha de S. Paulo, que está gritando histericamente em favor de seu funcionário homossexual, calou-se para o fato de que uma menina estava envolvida. Nenhum jornalista nem autoridade governamental e muito menos um membro do Conselho Tutelar apareceu para dizer: “Ei, temos de colocar a menina antes do homossexual!” É uma vergonha colossal que o Estado de São Paulo sob o PSDB e a Folha de S. Paulo estejam colocando o homossexual na frente da menina.
Poderia haver perigo com a presença de um homossexual num banheiro feminino com uma menina por perto? Homens homossexuais também ameaçam meninas. Apesar de seu padrão politicamente correto, até mesmo a Globo não deixou de noticiar o caso de dois pais-de-santo homossexuais que estupraram uma menina de 9 anos.
Qualquer caso de uma mãe e filha na presença de um homem no banheiro feminino é suficiente para despertar justa indignação em qualquer pessoa normal. Tal indignação só aumenta diante da injustiça de uma imprensa e até governo que tratam com descaso mãe e filha a fim de prestigiar um marmanjo homossexual.
Casos como esse só tendem a inflamar e incitar a violência contra os homossexuais, porque embora a imprensa e até o governo coloquem homossexuais na frente de uma menina e sua mãe, as pessoas normais sempre defenderão uma menina e sua mãe contra a presença de marmanjos em banheiros femininos.
Se até nos banheiros masculinos os homens estão enfrentando problemas provocados por homossexuais, por que estender agora essa insegurança aos banheiros das mulheres?
Cada vez mais, de forma descarada, shopping centers e outros lugares estão sendo usados como pontos de prostituição gay — bem nos banheiros masculinos. E, talvez por temor da obsessão anti-“homofobia, os homens olhem e ignorem. Já presenciei homossexuais que, dentro do banheiro do shopping, ficam ali como canibais do sexo anal, olhando cada homem que entra, esperando uma oportunidade de sexo.
A lei 10.948/2001, que está sendo usada para garantir que o marmanjo gay tenha acesso aos banheiros femininos, é uma insanidade do PSDB. Embora o PLC 122 não tenha sido aprovado como lei federal, o governo estadual do PSDB aprovou uma lei anti-“homofobia” no Estado de São Paulo em 2001. A lei foi criada em resposta à reivindicação de dois homossexuais que estavam se beijando em público e se queixaram de pessoas próximas que se sentiram ofendidas. A lei do PSDB foi criada especificamente para proteger o erotismo homossexual em público.
Como resultado direto dessa lei:
* Homossexuais dançaram de calcinha na Assembleia Legislativa de São Paulo em 2007, sem nenhum impedimento.
* Um pastor foi preso no centro de São Paulo, após pregar contra as práticas homossexuais.
* O Estado de São Paulo lidera o ranking de incitação de denúncias por “homofobia”.
* Um bêbado foi multado em quase 15 mil reais por chamar um homossexual de “veado”.
* Uma  igreja evangélica teve seus outodoors com versículos bíblicos violentamente removidos pela “justiça” de São Paulo.
Todas essas consequências vieram de uma lei específica para beneficiar dois gays que queriam a liberdade de se beijar em público, na frente de adultos e crianças.
Que tipo de lei farão agora para atender ao marmanjo gay que exige estar com meninas e suas mães nos banheiros femininos?
Enquanto isso, o que uma mãe deverá dizer à sua filha de 10 anos que testemunhar um marmanjo gay no banheiro feminino? Ficar em silêncio para não ofender o marmanjo?
Fonte: www.juliosevero.com
Beijo gay: obrigatório para crianças?
Dupla homossexual de pais-de-santo estupra menina de 9 anos
Eles só querem igualdade: homossexuais de calcinha e sutiã e seu direito de livre expressão
Pastor é detido em São Paulo, após pregar sobre práticas homossexuais
Gaystapo verde amarelo
Lei anti-homofobia de São Paulo multou jovem bêbado em 14.880 reais
Igreja evangélica na mira da lei anti-“homofobia” do Estado de São Paulo
Folha de S. Paulo defende assassinato de crianças em gestação
Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=742399629

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Mamirauá dissemina uso de energia sustentável


25/01/2012 – Com o objetivo de disseminar conhecimentos necessários para a implementação de tecnologias para geração de energias renováveis, o Núcleo de Inovações Tecnológicas Sustentáveis (Nits), do Instituto Mamirauá, promoveu a Oficina de Dimensionamento e Instalação de Sistemas Fotovoltaicos Autônomos, entre os dias 20 e 22 de fevereiro, em Tefé (AM).
Durante três dias, um grupo de 18 pessoas acompanhou as aulas teóricas, ministradas pelo Dr. Wilson Macêdo, do Grupo de Estudos e Desenvolvimento de Energias Alternativas (Gedae), da Universidade Federal do Pará. "O resultado da oficina foi bem produtivo, pois as pessoas estavam interessadas e participando bastante. Além disso, a dinâmica utilizada, com teoria, kits educativos e parte prática, foi muito feliz", disse Macêdo.
As atividades práticas ocorreram no Lago Tefé, onde se encontra em fase final de construção o Flutuante Jarauá, uma base que servirá de apoio para atividades de pesquisa e extensão do Instituto Mamirauá. Este flutuante terá um sistema fotovoltaico autônomo para suprir a demanda por energia. Parte das instalações desse sistema foi realizada pelos participantes do curso.

  
Para Daniel Paes Resende, analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), as aulas práticas no Flutuante Jarauá serviram para o grupo colocar em prática o conhecimento teórico repassado. "Montamos toda a estrutura de um sistema fotovoltaico autônomo, testamos e colocamos em funcionamento equipamentos como freezer, lâmpadas, liquidificador, e experimentamos erros e acertos entre profissionais provenientes de diferentes realidades. Essa experiência foi importante, pois reproduz o caso real expondo as principais dificuldades e as alternativas para solucionar os problemas apresentados, além de ser um exercício para o trabalho em equipe", acrescentou Resende.

O Flutuante Jarauá segue nas próximas duas semanas para o interior da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, distante 60 quilômetros de Tefé (vide mapa ao lado). No local, não há energia elétrica, então uma das tecnologias empregadas foi um sistema fotovoltaico. São 20 placas de 135 Wp, 20 Baterias de 150 Ah e um inversor de onda senoidal pura de 1500 W de potência, formando um sistema com capacidade para suprir com energia solar uma demanda diária de 7,8 KWh.

A base flutuante tem uma área construída de 305 m², três quartos, sala de estudos, refeitório, cozinha, dois banheiros, depósitos e pode hospedar até 20 pessoas. "Aliar tecnologia sustentável em prol da realização de pesquisas na Amazônia é um dos nossos objetivos com o aperfeiçoamento e construção de flutuantes", disse Josivaldo Modesto, coordenador do Nits. O Flutuante Jarauá também possui telhado feito de telhas de PET reciclado e sistema de captação de água de chuva.
Por Eunice Venturi

Estado tem a 3ª maior produção da Petrobras

Larissa Veloso
Jan 21|09:29
Província de Urucu em Coari, coloca o Amazonas entre os maiores produtores de petróleo e gás do Brasil Foto: Bruno Veiga/APN
O Amazonas fechou o ano de 2011 como terceiro maior produtor de petróleo e gás do país, ao contribuir para o recorde anual de produção alcançado pela Petrobras.
O Estado produziu uma média de 119.934 barris de óleo equivalente por dia (boed) no ano passado. A região representou 5,05% do total de 2.376.359 boed no período, que foi 1,6% maior que o total de 2010.
A província de Urucu (a 362 quilômetros da capital) é a principal região onde a Petrobras produz no Amazonas. Diferente das demais regiões onde há exploração de petróleo pela estatal no mar, no Amazonas, a exploração é feita exclusivamente em terra.
Quando avaliada apenas essa modalidade, a produção de petróleo foi a segunda maior do país (52.720 barris/dia), atrás apenas do Rio Grande do Norte, que produziu 53.728 barris/dia em terra. No balanço geral, o Estado ocupou o quarto lugar, atrás do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Norte.
Em compensação, a produção de gás natural foi a segunda maior do país, seguindo o Rio de Janeiro. A cada dia, uma média de 10.686 metros cúbicos do gás foi produzida no Estado. A produção carioca do gás chegou a 21.687 metros cúbicos. Com 56,3 milhões de metros cúbicos de gás produzidos por dia, volume aumentou em 6,2% em relação a 2010.
Produção nacional
Com a exploração no pré-sal, Rio de Janeiro e Espírito Santo ocupam primeiro e segundo lugares, respectivamente, em produção. Em 2011, foram produzidos mais de 1,61 milhão de barris equivalentes por dia no litoral carioca. Já no Espírito Santo, a produção diária ultrapassou 350 mil barris equivalentes

Crianças violentadas por pastor evangélico tentaram flagrar os abusos com o celular

Um pastor de 69 anos foi preso por pedofilia em Manaus. Ele é suspeito de violentar um menino e seis meninas de uma igreja evangélica de Curitiba, e estava foragido da justiça. Para atrair as crianças para sua casa ele as convidava para jogar videogame.
Quando perceberam que a atitude do religioso não era correta as crianças tentaram flagrar suas ações com o celular, mas não obtiveram sucesso. A delegada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), Maricy Mortágua, contou que as por causa da idade as crianças não sabiam distinguir se a atitude de pastor era correta, mas que uma das crianças decidiu verificar.
"Ela [a criança] foi estudar se aquilo podia acontecer e viu que estava errado e combinou com as outras de gravar no celular, mas deu errado", conta a delegada.
Os abusos só foram descobertos quando uma das crianças resolveu contar para a mãe o que estava acontecendo e essa mãe procurou o pastor chefe da igreja. Com a denúncia foram instaladas câmeras no local onde o pastor abusava das crianças e, de acordo com a delegada "no primeiro dia o pastor foi flagrado com as crianças no colo, passando a mão nelas e dando dinheiro e doce. Isso na frente de outras crianças. As vítimas são testemunhas uma das outras".
Segundo o G1 as gravações foram encaminhadas para a delegacia comandada pela delegada Mortágua onde foi aberto o inquérito. Mas o suspeito descobriu sobre as investigações e fugiu para Manaus. A polícia ainda não soube explicar como o suspeito conseguiu as informações.
O pastor foi preso em uma ação conjunta do Nucria com a Força Especial de Resgate e Assalto (FERA) de Manaus, e pode ser condenado a até 15 anos de prisão por estupro de vulnerável. A polícia estima que o pastor venha cometendo esses crimes a mais de 10 anos.
Até esta quarta-feira (25), seis vítimas foram ouvidas, sendo que uma delas tem atualmente 25 anos e, segundo a polícia, foi violentada quando tinha entre 13 e 14 anos.
Fonte: Gospel+
Pastor usava computador, doces e dinheiro para atrair criançasLuiz Henrique de Oliveira e Tiago Silva
Publicado em: 25/01/2012 - 16:50 | Atualizado em: 27/01/2012 - 13:00
O pastor evangélico Geraldo Pereira Nunes, de 69 anos, preso nesta quarta-feira (25) acusado de abusar sexualmente de pelo menos sete crianças (seis meninas e um menino), usava joguinhos de computador, doces e dinheiro para atrair as vítimas.
Ele cometeu os abusos em Curitiba e foi detido em Manaus. "Temos vídeos que comprovam os atos. O pastor usava de instrumentos que chamavam a atenção das crianças e era nestes momentos que realizava os atos", relatou à Banda B, a delegada Maricy Mortágua, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria).
A delegada também contou que alguns pais acabavam não acreditando no relato das crianças. "O pastor é um homem de Deus e os pais ficavam reticentes em acreditar no ato sexual. Só que pela nossa experiência, sabemos que as crianças nesta idade (entre 9 e 10 anos) não inventam uma situação de abuso. Elas não entendem de sexo e se trazem a notícia é porque algo aconteceu", apontou.
O pastor está detido em Manaus e um pedido de transferência já foi feito pelo judiciário paranaense. "Pedimos a vinda dele para Curitiba e aqui ficará preso por estupro. Se condenado em todos os casos, vai ficar o resto da vida na cadeia", disse a delegada Maricy Mortágua.
Questionada se o acusado pode ter cometido o ato contra outras crianças, a delegada não descartou esta possibilidade. "Ele estava a dois meses em Manaus e não sabemos se fez algo por lá. Qualquer suspeita pode ser levada ao Nucria pelo telefone: 32443577", finalizou.

Ativistas gays censuram líder cristão pró-família na Moldávia

Julio Severo
Conversei sábado com Vitalie Marian, um dos líderes do movimento pró-vida na Moldávia, um país muito conservador.
Com de 96% da população de cristãos ortodoxos, a Moldávia não quer nenhuma marcha gay nem leis pró-homossexualismo. Mas como o país mais pobre da Europa, a Moldávia está vulnerável à ação das máfias que raptam meninas e moças para o tráfico sexual internacional e também vulnerável às pressões ideológicas de governos mais fortes.
Nunca houve uma parada gay na Moldávia, apesar das pressões dos grupos homossexuais que recebem milhões de dólares vindos dos Estados Unidos e Europa. Mas o governo desse país pobre está sendo colocado cada vez mais na parede. A Europa ameaça que a Moldávia só será aceita como membro da União Europeia depois de aprovar leis anti-homofobia e outros privilégios aos homossexuais.
Sob essa pressão, em 1995 a Moldávia legalizou a sodomia. Em 1998, o governo preparou um projeto de lei antidiscriminação, esperando aprová-lo silenciosamente, exclusivamente para agradar à União Europeia. Mas a organização de Vitalie (www.salvareafamiliilor.com) ficou sabendo do projeto e organizou uma campanha nacional, coletando mais de 100.000 assinaturas.
O projeto de lei dá aos ativistas gays o direito de ir às escolas para ensinar a homossexualidade, obriga o governo a promover campanhas antidiscriminação nos setores públicos e privados e dá aos homossexuais poderes de denunciar e processar qualquer cidadão por suspeita de homofobia ou discriminação. Até este momento, o projeto não foi aprovado, por conta das pressões da Igreja Ortodoxa e da organização de Vitalie, a qual realiza protestos, debates e conferências onde palestrantes conscientizam o povo acerca dos perigos desse projeto.
Vitalie tem sido mirado como o inimigo número 1 do movimento homossexual na Moldávia. Por isso, em março de 2011 ele foi processado por escrever no blog dele que a homossexualidade é pecado e pelo fato de que ele fez uma lista negra de todos os políticos que apoiam ou promovem a agenda gay na Moldávia.
Os ativistas homossexuais estão exigindo que ele apague todas as informações de seu blog e redija um pedido formal de perdão, dizendo que a homossexualidade é uma "atração romântica". Eles também exigem que ele lhes pague uma indenização.
A pedido dos grupos homossexuais, o juiz proibiu Vitalie de compartilhar com o público detalhes das acusações feitas pelos ativistas gays. É por esse motivo que Vitalie colocou um aviso em seu blog dizendo que está sendo censurado por um movimento que tem os bolsos cheios de dinheiro americano e europeu. É por esse motivo também que estou divulgando para todo o Brasil a perseguição que o endinheirado movimento gay da Moldávia está fazendo contra um cristão ortodoxo.


Eis o manifesto de Vitalie:
Na República da Moldávia NÃO TENHO o direito de livre expressão!
Em março de 2011, como administrador do meu próprio blog (www.marianvitalie.eu), fui intimido a comparecer a um tribunal por causa da queixa da organização "Gender Doc-M". Essa é uma organização gay na República da Moldávia. Estou sendo sofrendo ações legais por expressar minha opinião sobre o estilo de vida homossexual. Em 1 de agosto de 2011 a pedido da organização gay "Gender Doc-M", o tribunal deu sua decisão, pela qual fui proibido de revelar ao público as acusações que a organização gay trouxe contra mim, as quais até agora não foram provadas pelo tribunal.
Considero essa decisão como um ataque ao meu direito de livre expressão, o direito garantido pela Constituição e pela Lei 64 sobre liberdade de expressão. Declaro também o fato de que a comunidade LGBT da Moldávia começou uma vasta campanha de atormentar as pessoas que têm uma opinião diferente sobre a homossexualidade. Aqui gostaria de mencionar casos recentes como: "Gender Doc-M" vs. Privesc.Eu, "Gender Doc-M" vs. Mdn.md etc.
Nesse sentido, começando hoje, 21 de janeiro de 2012, lanço um protesto do "silêncio" em meu blog sob o título "Na República da Moldávia NÃO TENHO o direito de livre expressão!", pelo qual expresso que desaprovo a violação do meu direito de liberdade de pensamento, opinião e expressão pública.
Meu protesto do "silêncio" permanecerá até 21 de fevereiro de 2012.
Vitalie Marian, blogueiro
Blog: www.marianvitalie.eu
Mob. +373-60-189-672
E-mail: christianimpact@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/marianvitalie
Fonte: www.juliosevero.com
Móldavia e o tráfico sexual humano: a moderna escravidão que não foi abolida
Cadeia para os cristãos
Especialista alerta sobre agenda gay
A foice e o martelo gay
Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=742399629

PLC 122: Senado faz público de palhaçoSenado se recusa a dizer que maioria dos telefonemas é contra projeto gayzista

Julio Severo
Em "reportagem" recente, o Senado Federal reconheceu o óbvio: O PLC 122 foi o projeto de lei mais mencionado no serviço Alô Senado em 2011.
A página oficial do Senado disse: "Dentre centenas de projetos de lei que receberam comentários favoráveis ou críticas de cidadãos em 2011, através do serviço Alô Senado, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que criminaliza a homofobia, foi o que mais chamou a atenção, tendo sido tema de 309.320 manifestações no decorrer do ano".
Se essas 300 mil manifestações tivessem apoiado o governo em sua obsessão gayzista, o "jornalista" do Senado teria feito uma "reportagem" em tom de carnaval: "Maioria dos brasileiros exige fim do preconceito e a aprovação do PLC 122! O que o Senado está esperando para atender à vontade popular?"
Contudo, não tendo nenhum amparo dos sentimentos da população, cuja maioria cristã ainda repugna a agenda gay (apesar da incessante lavagem cerebral do governo e da mídia), o "jornalista" do Senado não teve opção: com uma reportagem murcha e sonsa, ele deixa para a imaginação dos leitores decidir se as 300 mil manifestações foram contra ou a favor do PLC 122.
De acordo com a revista Veja, em maio de 2011 o Senado recebeu mais de 245.000 mensagens por telefone ou internet sobre o PLC 122. Mas Veja deixou claro que a maioria desses contatos era contra.
Com base em pesquisas de instituições ligadas ao PT, o governo brasileiro chegou à conclusão, em 2009, de que 99% da população brasileira se opõem, em maior ou menor grau, à homossexualidade.
Diante dessa realidade, um jornalista sério cobraria numa reportagem séria: "O povo já se pronunciou. O que o governo está esperando para atender? Ao invés de um projeto de lei a favor da agenda gay, o povo quer uma lei contra essa agenda. Eu, como jornalista há duas décadas, não entendo essa obsessiva contrariedade governamental à vontade e interesses da população".
Fazer cobranças é algo que os jornalistas sabem fazer muito bem. Se a maioria dos telefonemas ao Senado tivesse sido a favor do PLC 122, não há dúvida alguma de que nenhum jornalista no Brasil iria perder a oportunidade de exigir energicamente sua aprovação.
Pelo visto, o Senado só mostrará e comemorará os resultados de uma pesquisa sobre o PLC 122 depois que a população tiver aprendido a demonstrar reações em conformidade com a sistemática doutrinação das campanhas estatais e midiáticas a favor da agenda gay.
Enquanto isso, o público terá de se contentar com "reportagens" murchas e sonsas.
Fonte: www.juliosevero.com
Senado recebe 245 mil mensagens sobre PLC 122, na maioria contra
Senado minimiza resultado de sua enquete sobre PLC 122/06
PLC 122: propaganda, fantasia e farsa na promoção do homossexualismo
Brasil sob PLC 122: uma previsão para fazer rir e chorar
A foice e o martelo gay
CongressoEmFoco acusa: Matéria a favor de dupla gay gerou "homofobia" entre leitores
"Pesquisa" no jornal O Globo indica: 99% dos brasileiros não aceitam o homossexualismo
Governo brasileiro diz que 99% de seus cidadãos são "homofóbicos" e precisam ser reeducados
Para seguir Julio Severo no Facebook e Twitter: http://twitter.com/juliosevero Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=742399629